Seu carrinho
Close Alternative Icon
Entrega GRÁTIS para pedidos acima de R$300 para Zona Sul, Tijuca e Barra. Retiradas no ateliê em até 5 dias úteis.

Wabi-Cuidados: pragas e doenças

Arrow Thin Left Icon Arrow Thin Right Icon

É importante lembrar: plantas são seres vivos e assim como nós, estão sujeitas ao entorno em que vivem. Então, a melhor maneira de evitar pragas e doenças em uma planta é mantendo-as saudáveis e no seu local ideal de cultivo. Como manter plantas mais saudáveis:

INSETICIDAS: utilizar um inseticida natural com intervalo regular (1x ao mês aproximadamente) aumenta a imunidade da planta. Sugerimos o Óleo de Neem para esta função, por ser um bioinseticida inofensivo para humanos e animais domésticos. Basta pulverizar sob as folhas quando notar a presença de pragas e 1 vez ao mês como prevenção. Sabão neutro (de coco) também é uma opção acessível e prática pois sempre temos em casa um sabão em barra ou detergente. Limpar as folhas removendo as pragas com o sabão ou o óleo de neem ajuda a eliminar a maioria dos casos de parasitas (como os famosos pulgões e cochonilhas). Certifique-se de retirar todas as praguinhas da planta. Pincéis, algodão, esponja macia ou tecidos umedecidos são ótimas ferramentas para isso.

Quando a planta apresenta algum problema, é possível diagnosticá-la ao observar seus sintomas. O caso de praga mais comum é a cochonilha, pontinhos brancos nas folhas e caules que parecem um micro algodão. Esta praga é facilmente removida com os inceticidas recomendados. Caso alguma folha esteja infestada de algum tipo de praga, o ideal é eliminar podando aquelas que estiverem assim.

No caso de agentes externos (ácaros, insetos, fungos e bactérias) faça uma pesquisa mais profunda sobre a espécie e este tipo de doença encontrada. Para cada tipo há uma recomendação de inseticida, normalmente mais forte. 

Plantas com sinais de pragas devem ficar isoladas para não contagiar as demais mudas. Caso várias plantas apresentem o mesmo problema é importante observar as característica do lugar que estão. Luz, temperatura, poluição e outros fatores do ecossistema podem resultar em faltas de nutrientes e outras deficiências.   

Plantas murchas e/ou com raízes podres indicam excesso ou dificuldade no transporte de água. Manchas, descolamento e ferrugens já sinalizam problemas com fotossíntese.

Realizar uma boa adubação de vez em quando também mantém as plantas mais fortes para diminuir a ocorrência de doenças. Então não esqueça de pesquisar sobre sua espécie e procurar o melhor tipo de adubo para ela. De um modo geral, gostamos de recomendar um adubo orgânico (Bokashi, por exemplo) ou humus de minhoca.

Todos esses materiais são encontrados facilmente em lojas de materiais para jardim e em lojas online.

De qualquer forma, cultive sua relação com seu jardim, olhe de perto, se mantenha atento e curioso para quando e se aparecer algo diferente seja cedo para tomar as medidas necessárias. Como em qualquer outra relação , é preciso carinho diário. Bom cultivo!