Seu carrinho
Close Alternative Icon
Entrega GRÁTIS para pedidos acima de R$300 para Zona Sul, Tijuca e Barra. Retiradas no ateliê em até 5 dias úteis.

Carta Verde 03 - Verde dentro de casa, calma dentro do peito

Arrow Thin Left Icon Arrow Thin Right Icon
Carta Verde 03 - Verde dentro de casa, calma dentro do peito

Olá, wabibitos. Como passaram esse último mês? 

 Por aqui estou começando a desacelerar para entrar - finally - no modo férias. Outubro vai ser um mês mais off. Pelo menos das redes sociais. Não estranhem.

Mas antes queria contar para vocês um papo que tive na CASA COR à convite da Revista CASA e JARDIM sobre o verde dentro de casa.

Durante o Talk, a Thaís, editora da Casa e Jardim, me perguntou sobre o movimento crescente que temos tido em busca de mais verde. Mais e mais pessoas aderindo ao Urban Jungle ou mesmo querendo o contato da natureza através de um terrário ou uma kokedama para contemplar. A verdade é que, mais do que escolher elementos que aqueçam e tornem nossa casa um refúgio, a natureza tem mesmo um poder avassalador de nos curar. Nos cura do estresse da rotina, da exigência de vivermos correndo, da regra imposta de que precisamos sempre de mais e mais. 

Para além do enfeitar nossas prateleiras, trazer a natureza pra perto vira um lembrete diário, um post-it gigante e escancarado, de que está tudo bem. Claro, há contas a pagar, metas a vencer, problemas a resolver. Mas a natureza está aqui para nos mostrar que a vida não é só isso. Nem pode ser. Então, além de ser o lugar que contém nossos pertences e nossas histórias vividas ali, a casa tem que ser o local onde apertamos tranquilos o botão de reiniciar. Pausar, desconectar, apreciar tudo que tem à nossa volta e começar, no dia seguinte, tudo de novo. Dessa vez mais calmos, curados e preenchidos, de todo tipo de verde que carregamos no peito.

Mas, para os wabibitos que não se identificam com a idéia de transformar a casa em uma selva, compartilho com vocês uma das minhas grandes paixões e que, por mais minimalista que possa parecer, traz tanta calma quanto um jardim: os galhos.

A natureza de uma maneira menos óbvia, menos simétrica e super Wabi-Sabi!

 

Os projetos acima são da decoração do meu casamento e os ambientes da Toca Arquitetura e da Tripper na Casa Cor Rio 2019. Como podem ver, sempre que posso, adiciono esse item contemplativo em nossos projetos. :)

Ainda sobre galhos e aproveitando que estamos na primavera, queria contar pra vocês um pouco sobre a Jasmim Manga, uma de nossas árvores tropicais e que tem sido nosso xodó na hora de projetarmos por dois motivos: o seu tronco e ramos espessos, que dão todo esse ar escultural à ela e, não menos importante, o seu ciclo. A Jasmim se adequa às estações e nos demonstra isso de forma física, uma época permanece com folhas e flores, outra somente com folhas, outra só com flores e ainda com seu caule completamente exposto. Silenciosamente ela nos ensina, é preciso respeitar todas as fases do tempo. Se a vida nos exige em algumas fases recolhimento e paciência e se entendemos a importância desses processos, ficamos tal qual a Jasmim, sutilmente, estação após estação, mais fortes. 

 

Durante as minhas férias, as wabibitas podem tirar qualquer dúvida que desejem. O ateliê está fechado esse mês para visitas mas a equipe segue projetando e plantando firme e forte. Além disso, você pode encontrar alguns de nossos produtos na loja Ahlma do Shopping Leblon.

Mês que vem voltamos com as visitas, oficinas e muito mais! 

Até a próxima.
Beijos,
Laura.